Emprego
Classificados
Meteorologia
Farmácias
Resultados Futebol

Arquivo

Sociedade

Agente Carlos Miguel Almeida ia para uma ocorrência de violência doméstica quando viu a situação
Polícia evita queda de mulher para a linha de comboio na Póvoa de Santa Iria

foto

Um agente da PSP que está desde Outubro do ano passado na esquadra da PSP de Póvoa de Santa Iria viu uma mulher de 32 anos pendurada no gradeamento de um viaduto sobre a linha do caminho-de-ferro e foi a tempo de a agarrar.

Edição de 2012-06-14
Imprimir ArtigoComentar ArtigoEnviar para um amigoAdicionar aos favoritos

Um agente da esquadra da PSP da Póvoa de Santa Iria, Vila Franca de Xira, impediu uma mulher de cair à linha de caminho-de-ferro. A mulher de 32 anos estava num viaduto sobre a linha perto da estação da cidade quando Carlos Miguel Almeida ia a passar com outro colega para responder a uma chamada de violência doméstica noutra zona da cidade. O polícia, de 29 anos de idade, está na esquadra há menos de um ano e é a primeira vez que se confronta com uma situação destas na zona.

O agente descreve que a mulher estava pendurada no gradeamento de metal do viaduto. Quando viu a situação o instinto levou-o a parar o carro e a agarrá-la. “Ainda falei com ela e verifiquei que estava bastante agitada. Agarrei-a num braço e puxei-a para trás antes que ela pudesse cair”, conta o agente que é natural de Lamego e que já teve que lidar com situações idênticas quando estava colocado na esquadra da Pontinha (Loures).

Carlos e o colega retiraram a mulher para a estrada e estiveram algum tempo a falar com ela. Quando estava mais calma levaram-na para a esquadra onde foi observada por três elementos do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM). Por ter colocado a sua vida em risco a PSP procedeu ao internamento da mulher, residente em Alverca, no hospital de São José, em Lisboa, de onde já teve alta.

“No momento não dá para pensar, é agir e ajudar naquilo que podemos e sabemos. Na altura a única coisa que me passava pela cabeça era agarrá-la para evitar que caísse na linha à nossa frente”, conta Carlos Almeida. O agente só espera que não venha a confrontar-se com mais situações do género, o que seria um bom sinal.

Casos na linha do norte

- A 25 de Agosto de 2011 um pai de 41 anos e o filho de 6 anos morreram colhidos por um comboio na estação da Póvoa de Santa Iria.

- Em Agosto de 2011, em Vila Franca de Xira, um jovem toxicodependente caiu do primeiro andar da Fábrica do Arroz para a linha de comboio no momento em que uma composição ia a passar, tendo tido morte imediata.

- Em Março de 2010 um jovem foi mortalmente colhido pelo Inter-Cidades que seguia em direcção a Lisboa no apeadeiro de Vila Nova da Rainha, Azambuja.

REFER realizou acção de prevenção

A REFER realizou no dia 6 de Junho, na passagem de nível junto ao cais em Vila Franca de Xira, uma acção de prevenção e informação sobre segurança em passagens de nível, a propósito do Dia Internacional para a Segurança em Passagens de Nível. Foram distribuídos folhetos com o alerta: “pare, escute e olhe”.

Diga o que pensa sobre este Artigo. O seu comentário será enviado directamente para a redacção de O MIRANTE.

Gostei Concordo
Comentários
Nome Email
Autorizo a eventual publicação na edição em papel do Mirante.

2008 © Jornal O MIRANTE, todos os direitos reservados | Termos de Utilização | Política de Privacidade | FAQ’S | Contactos | RSS

Voltar ao topo