Emprego
Classificados
Meteorologia
Farmácias
Resultados Futebol

Arquivo

Sociedade

Contratos com 12 anos não foram renovados pela empresa que gere o hipermercado
Ampliação do Modelo dá guia de marcha a alguns lojistas de Santarém

foto

Lesados dizem que a empresa do grupo Sonae não teve em conta o protocolo assinado com a câmara há 12 anos onde se comprometia a dar preferência a comerciantes do concelho para aluguer das suas lojas.

Edição de 2007-08-30
Imprimir ArtigoComentar ArtigoEnviar para um amigoAdicionar aos favoritos

Alguns lojistas da galeria do hipermercado Modelo de Santarém vão ficar sem os seus espaços comerciais. A administração da Modelo Continente Hipermercados decidiu não renovar os contratos de arrendamento e tem outros planos para ocupar as lojas em causa. A má notícia foi dada há já algumas semanas, ainda antes de começarem as obras de ampliação daquele complexo comercial que se encontra em curso e devem estar concluídas em Abril de 2008. Desde aí que os afectados têm tentado obter apoio da Câmara de Santarém já que o seu futuro afigura-se negro.

Na segunda-feira, alguns dos comerciantes estiveram na reunião do executivo camarário onde os vereadores Rui Barreiro (PS) e Luísa Mesquita (CDU) fizeram eco das suas preocupações. Para já ficou marcada uma reunião entre autarcas e lojistas para esta quinta-feira, mas o raio de acção do município é limitado. Segundo o nosso jornal apurou, juridicamente a posição da empresa é válida. A última esperança é o protocolo assinado há uma dúzia de anos entre o município e o grupo Sonae, proprietário da cadeia de hipermercados, que dá preferência à instalação de lojistas oriundos do concelho. Os lojistas querem que a autarquia defenda o espírito desse acordo, só que legalmente são os contratos assinados entre os lojistas e a empresa que prevalecem.

Por detrás da decisão do grupo Sonae está a ampliação do hipermercado Modelo de Santarém e uma renovação que a empresa pretende imprimir a todo o espaço comercial. Evaristo Fernandes, sócio-gerente da empresa de fotografia Trifoto, foi apanhado de surpresa. Diz que há algum tempo foi contactado acerca da ampliação do centro comercial e que nada fazia prever a situação que se vive.

“Ficámos convencidos que íamos ficar com a loja à mesma e agora eles chamam-nos e dizem que afinal não iam renovar connosco. Disseram-nos que a loja de fotografia fica para eles e é englobada na área deles”. Evaristo Fernandes sente-se “indignado” até porque, assegura, se tivessem sido informados logo à partida não teriam feito um avultado investimento numa máquina (mais de 100 mil euros, garante) cuja rentabilidade fica agora posta em causa. Tal como cerca de uma dezena de postos de trabalho. Segundo o empresário, a grande fonte de rendimento da Trifoto, com outra loja na cidade, estava no Modelo. “Como viram que a gente andou 12 anos a angariar clientes para lá, que é um bom negócio, agora querem a loja para eles”

Evaristo Fernandes considera que a câmara devia ter tido uma postura mais firme quando aprovou o projecto de ampliação do Modelo. Designadamente quanto à manutenção das lojas já existentes e até na atribuição de alguns dos novos espaços a comerciantes do concelho. “Agora acho que só se o presidente da câmara tiver alguma autoridade... Já estão a começar as obras”, observa.

Para além da Trifoto, de saída estão mais quatro lojas, entre elas uma ourivesaria, uma sapataria e uma loja de telemóveis da Vodafone. Os contratos terminam em Outubro, mas a administração do Modelo Continente dá a possibilidade de permanecerem até ao Natal para aproveitar essa época alta para os negócios. Com a remodelação do hipermercado, outros lojistas poderão ver reduzido o seu espaço comercial.

Na reunião do executivo de segunda-feira, o presidente da Câmara de Santarém, Francisco Moita Flores (PSD), afirmou que têm estado a indagar o que se passa e que existem “situações jurídicas muito complicadas”. Garantiu também a sua disponibilidade para debater o problema em busca de soluções, que não se vislumbram fáceis.

Diga o que pensa sobre este Artigo. O seu comentário será enviado directamente para a redacção de O MIRANTE.

Gostei Concordo
Comentários
Nome Email
Autorizo a eventual publicação na edição em papel do Mirante.

2008 © Jornal O MIRANTE, todos os direitos reservados | Termos de Utilização | Política de Privacidade | FAQ’S | Contactos | RSS

Voltar ao topo