Emprego
Classificados
Meteorologia
Farmácias
Resultados Futebol

Arquivo

Desporto

Alhandrense João Pereira conquista bronze nos sub-23 no mundial de triatlo

foto
Edição de 2009-09-17
Imprimir ArtigoComentar ArtigoEnviar para um amigoAdicionar aos favoritos

O atleta português João Pereira, do Alhandra Sporting Club conquistou a medalha de bronze na prova de sub-23 dos Mundiais de triatlo, a decorrer em Gold Coast, na Austrália. João Pereira completou a prova em 1h46m32s, mais 13 segundos do que o alemão Franz Loeschke, que se sagrou campeão mundial, e sete em relação ao australiano James Seear, que arrebatou a medalha de prata.

“Este Verão treinei no duro e com grande consistência. Tinha a esperança de que tudo resultasse no dia de hoje e isso aconteceu”, afirmou João Pereira.

O atleta luso não esqueceu quem o ajudou a conquistar o bronze: “Queria agradecer à Federação Portuguesa de Triatlo, aos treinadores e aos meus companheiros de treino, que me ajudaram a tornar possível este resultado”.

Por seu lado, Miguel Arraiolos terminou no 19.º lugar, com 1h49m08s, enquanto João Silva foi obrigado a desistir à saída da água, quando seguia no primeiro grupo, com o ouvido externo rasgado, após pancada na última bóia.

João Pereira disse que conquista desta medalha de bronze é uma recompensa por todos os sacrifícios que tem feito. “Esta medalha significa que todos os sacrifícios que eu tenho feito este ano e em anteriores - muitas vezes não são bem sacrifícios, mas passamos dois ou três meses a treinar em altitude para estarmos fortes e este ano nem deu para ir à praia, porque tínhamos o mundial - valeram a pena. Foi um trabalho de quatro anos que foi recompensado”, afirmou o triatleta.

Apesar de surpreendido pelo resultado, João Pereira, que completou a prova com mais 13 segundos do que o alemão Franz Loeschke, que se sagrou campeão mundial, e sete em relação ao australiano James Seear, que arrebatou a prata, admite que poderia ter conseguido melhor.

“Nunca fico satisfeito com os meus resultados e, sempre que acabo as provas sinto que podia ter feito melhor. Acredito que não pudesse ter feito mais no final, mas, se calhar, podia ter-me poupado mais antes, para depois conseguir dar mais. Mas, o que consegui já foi muito bom. Surpreendi-me”, revelou o triatleta do Alhandra, realçando o “sonho” de chegar aos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

Para o Director Técnico Nacional (DTN) da Federação de Triatlo de Portugal (FTP), esta “primeira medalha conquistada no escalão de sub-23 em Campeonatos do Mundo” foi “muito importante”, por ser “num escalão de formação e porque é mais um atleta que se afirma como certeza para poder discutir a qualificação olímpica para 2012”.

“O João Pereira acabou por sair da natação num segundo grupo, mas a menos de 30 segundos dos primeiros. Rapidamente, com alguns dos outros favoritos, juntou-se um grupo de 20 unidades na frente, que acabaram por comandar o ciclismo até à corrida, na qual ele foi perfeito. Resistiu até ao quilómetro nove e, depois, esteve sempre na liderança, entre os três primeiros”, explicou Sérgio Santos.

Após este desgaste, apesar das indicações para “refrear o andamento”, João Pereira descolou após o ataque de Loeschke. “Ele sentia que estava muito forte e queria provocar rupturas no grupo, mas, eu sabia que, inevitavelmente, ia acontecer mais próximo do fim e ele tinha de guardar os recursos todos. Quando o alemão atacou, por volta do nono quilómetro, ele acabou por se posicionar atrás de Seear, que era o grande favorito, e por resistir à medalha, mas pode dizer-se que a prova não podia ter corrido melhor”, sublinhou.

“Sentíamos que o João Silva estava ao mesmo nível do João Pereira, pelas indicações de treino que tínhamos. No entanto, foi impossível para o João Silva, que até vinha um pouco mais à frente no segmento da natação, continuar a prova, porque sofreu um golpe violento que provocou um rasgo no ouvido externo e um desequilíbrio completo. Saiu da água a cambalear em direcção à bicicleta, a cair e a levantar-se, e teve de ser retirado”, detalhou o DTN, Sérgio Santos.

Diga o que pensa sobre este Artigo. O seu comentário será enviado directamente para a redacção de O MIRANTE.

Gostei Concordo
Comentários
Nome Email
Autorizo a eventual publicação na edição em papel do Mirante.

2008 © Jornal O MIRANTE, todos os direitos reservados | Termos de Utilização | Política de Privacidade | FAQ’S | Contactos | RSS

Voltar ao topo